Logar...



Menu do Usuário

Enquete

O que você achou do novo site do PPGEE?
 

Visitantes

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje607
mod_vvisit_counterOntem396
mod_vvisit_counterEsta semana2200
mod_vvisit_counterUltima semana3878
mod_vvisit_counterEste mês1003
mod_vvisit_counterUltimo Mês28451
mod_vvisit_counterTodos626090

WebQualis

Banner
Frontpage Slideshow (version 2.0.0) - Copyright © 2006-2008 by JoomlaWorks
Home

Passe Fácil - Informações

 

Comunicamos aos alunos da Graduação e Pós-Graduação da UFPA, que a partir do dia 20/05/2014, o PASSE FÁCIL iniciará o cadastramento das carteiras Passe Fácil aos discentes que irão solicitar a 1ª via.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS:

- Original e cópia da Carteira de Identidade;
- Original e cópia do Comprovante de Residência;
- NÃO será necessário foto porque o Passe Fácil irá capturar a imagem e as digitais do aluno, no local do cadastramento.

ENDEREÇO: Mercado de São Braz, Praça Floriano Peixoto, s/n- São Braz.

HORÁRIO: 08 às 16 h,

OBS: Para os casos de solicitação da 2ª via da carteira Passe Fácil, o aluno terá que levar além dos documentos acima, 2 fotos 3x4 e declaração emitida por este Centro.

Direção do CIAC.

 

 

Projeto Gelo Solar

Projeto Gelo Solar

 

Manual de Engenharia para Sistemas Fotovoltaicos - Parceria UFPA

Caros Membros da Lista Cresesb,

Com recursos do Ministério de Minas e Energia (MME), o Cepel lançou um novo Manual de Engenharia para Sistemas Fotovoltaicos. O lançamento ocorreu no dia 3 de abril de 2014, durante o V Congresso Brasileiro de Energia Solar (CBENS), realizado na sede da Chesf, no Recife (PE).

Esta nova edição do Manual, totalmente revisada, atualizada e ampliada, visa a promover uma melhor qualificação técnica dos profissionais envolvidos na área. Esta qualificação deve abranger os conceitos básicos, o conhecimento das tecnologias atualmente empregadas, assim como a orientação para elaboração de projeto e os procedimentos de instalação e manutenção dos equipamentos.

É neste contexto que o novo Manual traz muitas novidades. Com 529 páginas, a publicação traça um histórico do caminho da energia fotovoltaica no Brasil, com exemplos de projetos instalados nos últimos anos. Juntamente com informações sobre o uso de sistemas fotovoltaicos conectados à rede, são incluídos tópicos relacionados às normas e regulamentos aplicáveis ao setor, além de aspectos econômicos. Disponível gratuitamente na página do Cresesb na Internet (www.cepel.br/cresesb), a versão eletrônica do documento também possui links para permitir acesso direto a diversas referências bibliográficas, tais como leis e decretos.

A nova edição do Manual é resultado de um trabalho conjunto com a Universidade Federal do Pará (UFPA) tendo contado, também, com a colaboração de diversos professores e pesquisadores, de outras instituições, de reconhecida competência técnica na área.

Convidamos você a conhecer o novo Manual de Engenharia e encaminhar-nos os seus comentários sobre o documento, cujo conteúdo original já era considerado um clássico da literatura fotovoltaica no Brasil, sendo visto como um valioso instrumento didático e de difusão de informação técnica especializada, voltado ao treinamento e à formação de pessoal qualificado na área de energia solar.

Atenciosamente,

Equipe Cresesb

Centro de Pesquisas de Energia Elétrica

Departamento de Tecnologias Especiais

55 21 2598-6174 | fax 55 21 2280-3537

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 

PPGEE chega a marca de 500 Defesas: 100 de Teses de Doutorado e 400 Dissertações

400ª DissertaçãoO Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica (PPGEE), da Universidade Federal do Pará (UFPA), foi o primeiro programa de pós-graduação em Engenharia Elétrica dos nove estados na Amazônia Legal. Neste mês de dezembro, foi defendida pelo Programa a tese de doutorado número 100 e a dissertação de mestrado de número 400. A tese “Modelagem de Sistemas de Detecção de Descargas Atmosféricas na Amazônia” é de Laure Madeleine Dentel, orientada pela profa. dra. Brígida Ramati Pereira da Rocha, e, a dissertação “Novas Ferramentas de Software Livre e Reconhecimento de Fala: Estudos de Casos em Gerencias de Tecnologias da Informação e Aplicativos de Nuvem” é de Bruno Gomes Haick, com orientação do prof. dr. Aldebaro Barreto da Rocha Klautau Junior.

O PPGEE iniciou-se com o curso de mestrado em 1986 e doutorado em 1998, com reconhecimento da CAPES em 1999. O Programa está organizado em três áreas de concentração: Sistemas de Energia Elétrica, Telecomunicações e Computação Aplicada. O principal objetivo do Programa é a formação de recursos humanos em níveis de mestrado e doutorado dentro das suas áreas de concentração e linhas de pesquisa. Com isso, visa a contribuir com o desenvolvimento tecnológico e científico e social da Amazônia e do Brasil, com a melhoria da qualidade de vida na região, além de promover a inserção social de seus alunos e egressos.

Decorridos 27 anos do início das atividades de pós-graduação stricto-sensu, o PPGEE, hoje coordenado pelo prof. dr. Evaldo Gonçalves Pelaes, e vice-coordenado pelo prof. dr. Aldebaro Barreto da Rocha Klautau Junior, tem mostrado indicadores claros de melhoria, mas ainda há grandes desafios para sua consolidação enquanto Programa de formação e fixação de recursos humanos para atuação na Amazônia.

Histórico - O PPGEE teve sua primeira dissertação de mestrado defendida em 1988 e sua primeira tese em 2001. O PPGEE já chegou a marca de 500 defesas, formando, até esta data, 400 mestres e 100 doutores. O programa de pós-graduação em Engenharia Elétrica da UFPA vem apresentando também uma produção cientifica relevante com participação destacada em periódicos qualificados, conferências nacionais e internacionais e patentes/pedidos de proteção em projetos em parceria com empresas o que reflete o conceito 5 na avaliação trienal da CAPES.

"Para um curso alcançar nota 5 na capes, há vários itens que ele tem que atender. Um dos principais é a produção científica, que deve ser alta.  Aqui, nós temos uma cultura de incentivo e esforço voltada à produção científica. Mas sabemos que, para um curso crescer, não depene só dos professores orientadores, mas também dos próprios alunos. Ou seja, é um esforço conjunto, em uma relação professor e aluno. Por isso, agradecemos a nossos professores e pesquisadores que se empenharam em seus trabalhos. Não foi fácil, já que como é um número muito pequeno de cursos que tem uma nota alta, a concorrência é muito alta”, afirma Evaldo Pelaes.

Parcerias - Atualmente, o Programa tem aprovado um crescente números de projetos de pesquisa e desenvolvimento, em especial financiados pelos fundos setoriais de energia, de informática e de telecomunicações, e pelas agências de fomento. Isso tem permitido firmar diversos convênios com empresas como as Centrais Elétricas do Norte do Brasil - ELETRONORTE; Alumínio Brasileiro S.A. – ALBRAS, Centrais Elétricas do Pará – CELPA , ERICSSON, VALE, BRASILSAT, PETROBRAS, Transmissoras Brasileiras de Energia - TBE, entre outros. Além disso, O PPGEE tem vários convênios internacionais com empresas e Instituições, o que tem facilitado a ida de discentes para a realização estágio no exterior.

 

Calendário Acadêmico

Banner

Histórico

Banner

Financiadores

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Parceiros

Banner